Welcome to Helena Bordon’s website

Shop By Helena Bordon

Helena Bordon

Colunistas, Dra. Alessandra

Muito em voga atualmente, o Voluderm é uma nova tecnologia que vem mostrando excelentes resultados para rejuvenescimento, tratamento de estrias e cicatrizes, clareamento da pele e recuperação capilar.

Explico: Sua ponteira composta por 36 microagulhas injeta na pele uma energia híbrida composta por radiofrequência e corrente galvânica. Essa energia promove grande estímulo para produção de ácido hialurônico do próprio paciente, além de retrair as fibras de colágeno antigas. Só isso já seria suficiente mas esse tratamento traz uma vantagem a mais – como as tais 36 microagulhas provocam “microfuros” na pele criando “canais” até a derme, podemos utilizá-los para a aplicação de princípios ativos individualizados segundo a necessidade de cada paciente, uma técnica chamada de “drug delivery”.

O “drug delivery”, como o nome sugere, nada mais é que entregarmos o remédio que a pele precisa no “endereço certo”. O “endereço certo” é a derme, onde estão as células produtoras de colágeno, o fibroblasto, e onde pode estar, por exemplo, o pigmento causador de uma mancha ou o folículo piloso que queremos recuperar.
Portanto, após a realização do aparelho, procedemos com a aplicação de ampolas contendo os princípios ativos desejados. Estas podem ser compostas por colágeno, fatores de crescimento epidérmicos, células tronco, agentes despigmentantes, selecionadas de acordo com a necessidade individual de cada pele.

Uma combinação particularmente muito eficaz é a associação de células tronco de blue lótus (aquela que os faraós usavam há 5.000 anos no elixir da juventude e hoje sabemos que inibe degradação de colágeno) com fatores de crescimento epidérmico. De fato um “blend” muito rejuvenescedor.

Em resumo, as indicações do VoluDerm são: preenchimento de linhas finas, recuperação de estrias, firmeza para o rosto, pescoço, colo e mãos, tratamento de cicatrizes, clareamento e recuperação capilar. São realizadas 4 sessões com intervalo de 15 dias entre elas. E pode ser aplicado em qualquer tipo de pele, em qualquer época do ano ou idade.

Dra Alessandra Fraga é dermatologista do Hospital Albert Einstein e da clínica mf. Membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, American Academy of Dermatology e European Academy of Dermatology and Venearology. Fez sua especialização em laser na Harvard Medical School e em oncologia cutânea na Itália. www.mfclinica.com.br
@draalessandrafraga

×

3 comentários

  1. O PROCEDIMENTO PODE PIORAR O MELASMA OU NÃO HÁ ESSE RISCO? OBRIGADA

    Comentário by MARIANA on 24/02/2016 at 2:36 PM
  2. Prezada Mariana,
    Este procedimento é indicado para o tratamento de melasma, não há risco de piora.
    Beijos
    Dra Alessandra

    Comentário by Dra Alessandra Fraga on 13/03/2016 at 4:10 PM
  3. Que boa notícia, Dra. Alessandra! Também sofro com melasma de deixo de testar vários tratamentos com receio de que piore (já me aconteceu com um laser aplicado por uma dermatologista irresponsável). O Voluderme chega a melhorar o melasma tanbém, ou apenas não o piora?
    Obrigada!!

    Comentário by Janaína on 05/07/2016 at 12:00 PM

HELENA BORDON © 2017 – Todos os direitos reservados

Website by Camila Bossolan

Pin It on Pinterest

Share This